Mistura de etanol à gasolina na Argentina vai para 12%



O aumento é autorizado em decreto publicado pelo governo.

Segundo o Poder Executivo, a medida visa dar mais segurança energética e garantir estabilidade no fornecimento de biocombustíveis.

Efeitos
A Télam, agência oficial de notícias do país, destaca que a nova mistura é direcionada especialmente para a indústria de cana-de-açúcar.

É direcionada para essa indústria como forma de compensar os efeitos dos atuais preços internacionais do açúcar sobre o setor.

Ainda conforme a agência, nos últimos cinco anos, as cotações da commodity caíram 70%, variando entre US$ 240 e US$ 300 por tonelada.

A produção atual de etanol da Argentina está em torno de 800 mil metros cúbicos anuais, o equivalente a 800 milhões de litros.

Do total, 60% são de milho e outros 40% de cana.

Fonte: Jornal da Cana